segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Hubble captura colisões de galáxias!

O Space Telescope Science Institute em Maryland, nos EUA, divulgou 59 novas imagens do Telescópio Espacial Hubble nesta quinta-feira para celebrar 18º aniversário de seu lançamento.

É um novo atlas do Hubble que ilustra como as colisões galácticas produzem uma memorável variedade de estruturas intrincadas nunca vistas antes em detalhes, segundo o Instituto.

As imagens são uma maneira de olhar para o passado. Leva centenas de milhões de anos para galáxias se fundirem e a luz de suas estrelas viajou por centenas de milhões de anos através do espaço.

O fato da órbita do telescópio estar fora da atmosfera da Terra, as câmeras do Hubble podem gerar imagens extremamente precisas.

Mas o futuro do equipamento é controverso, pois requer reparos regulares por astronautas para permanecer em condições de funcionamento. Depois do desastre da nave espacial Columbia em 2003, uma missão de reparos programada para o ano seguinte foi cancelada.

A NASA estava planejando abandonar o telescópio, extremamente popular entre os astrônomos. Depois de protestos a Agência Espacial dos EUA voltou atrás na sua decisão e uma nova missão de reparos do Hubble está planejada para Agosto.

Está programado para 2013 o lançamento do Telescópio Espacial James Webb, que substituirá o Hubble.

6050/IC NGC 1179 (Arp 272) é um notável colisão entre duas galáxias em espiral, NGC 6050 e IC 1179, e faz parte da galáxia Hercules Cluster, localizada na constelação de Hércules. O aglomerado de galáxias é parte da Grande Muralha da aglomerados e superaglomerados, a maior estrutura conhecida no Universo. As duas galáxias espirais estão ligadas através de seus braços em turbilhão. Arp 272 está a cerca de 450 milhões de anos-luz de distância da Terra e é o número 272 no Atlas Arp de Galáxias Peculiares. Esta imagem é parte de uma grande coleção de 59 imagens de galáxias que se fundem tomadas pelo telescópio espacial Hubble e divulgada na ocasião do seu 18 º aniversário em 24 de abril de 2008.

Fonte : http://www.reuters.com/article/idUSN2443404420080424?feedType=RSS&feedName=scienceNews&pageNumber=1&virtualBrandChannel=0

Nenhum comentário:

Postar um comentário